Cantinho do Pirralho

Quem é Harley Quinn? [Especial Suicide Squad - o Guia]

julho 20, 2016



     Definitivamente uma das personagens mais populares da DC no presente, Harley Quinn prepara-se para fazer a sua estreia no grande ecrã no filme de Agosto, Suicide Squad.

     Decerto sabem que a alegre e tresloucada Harley fez parceria durante muitos anos com o palhaço do crime de Gotham, Joker. Também sabemos que ela tem um enorme martelo e que geralmente o usa nas lutas com o duo dinámico. Contudo existe muito mais acerca de Harley que se desconhece e é sobre isso que iremos falar agora.


     Harley Quinn teve a sua génese não numa comic, mas na popular série de animação do Batman de 1992, no episódio "Joker's Favor". 

     Criada por Paul Dini e Bruce Timm, o verdadeiro nome de Harley é Harleen Frances Quinzel. Harleen começou por ser uma das muitas psiquiatras que passou por Arkham. Recatada, coube a Harleen tratar do instável Joker. Contudo na tentativa de o curar, Harleen acabou "corrompida" pela insanidade do palhaço do crime. 

     Apaixonando-se por Joker e comovida por uma das suas trágicas histórias de origem, Harleen assume a identidade de Harley Quinn e inicia a sua carreira criminosa tirando o vilão de Arkham.


     Esta origem seria apresentada pela primeira vez nas páginas da graphic novel Mad Love, em 1994, e transcrita quase na integra para a televisão num episódio com o mesmíssimo nome, em 1999. 

     Contudo a primeira aparição de Harley no mundo das comics ocorreria em 1993 nas páginas de The Batman Adventures #12 (a comic oficial da série de animação), na qual a vilã defronta Barbara Gordon, a.k.a Batgirl, e faz aquela que seria a sua primeira parceria com Poison Ivy, outra vilã do Batman.


     A sua introdução no Universo canónico da DC vai ocorrer em 1999 com mais uma graphic novel intitulada Batman: Harley Quinn. A sua versão canónica é muito mais violenta e instável do que a original televisiva, embora seja capaz de actos de piedade de tempos a tempos. 

     Para além da parceria doentia com Joker, Quinn estabeleceu uma forte amizade com Poison Ivy, conseguindo com isso um elevado grau de imunidade a toxinas, bem como um certo aprimoramento no que a força e agilidade diz respeito (fruto de um dos soros de Ivy).


     Outras das suas alianças vai ser com a ladra Catwoman. As duas, junto com Ivy, vão formar as Gotham Sirens, numa altura na qual Harley procurava distanciar-se de Joker, devido ao seu carácter abusivo e traiçoeiro (o vilão tenta matá-la inúmeras vezes). Esta seria uma das muitas tentativas de Quinn em tornar-se honesta.

     Gotham Sirens #7 revela parte do passado de Quinn, em com o a sua família era quebrada e em como a ida de Harley para psiquiatria visava não só conseguir comprender a sua família, mas também ajudá-la. Depois de grandes passos dados no caminho da luz em Detective Comics # 831, ao auxiliar o Comissário Gordon e Batman na captura do novo Ventriloquist, Quinn irá cair da carruagem novamente...


     Levada pelo seu desejo de se vingar de Joker pelos abusos sofridos, Harley invade Arkham para matar o vilão, contudo o plano sai ao contrário. Em vez de matá-lo Harley libertou-o, traindo Ivy e Catwoman no processo. O Duo apoderou-se do asilo, matando inúmeros guardas até serem capturados pelo Batman e pela Catwoman.

     A cada vez mais desequilibrada Harley Quinn vai ser liberta de Arkham pela Poison Ivy, que a pretendia inicialmente matar, mas que opta mais tarde por uma aliança para se vingarem da Catwoman (que as trocou por Batman). Mais uma vez, o plano falha e ambas são aprisionadas novamente.


     O advento de Flashpoint e a formação da nova realidade com New 52 vai trazer-nos uma Quinn ainda mais perigosa, instável e sensual. A vilã depressa foi recrutada para servir de fundadora do Suicide Squad de Amanda Waller, desenvolvendo uma estranha relação com o líder de equipa, Deadshot, para desgosto de Joker. 

     O vilão tenta tê-la de volta, mas apenas logra em afastá-la mais, numa altura em que revela que Harleen não foi a única Harley Quinn, mas sim uma de muitas mulheres levadas à insanidade e consequente morte pelo Joker. 


   Após esses eventos, Quinn assume definitivamente características típicas de anti-herói, lutando contra o crime e a injustiça não só com o Suicide Squad, mas também com uma amnésica Power Girl e com a sua própria gangue de Harley's.


Escrito por: Ivo Silva

* O Guia continua em http://culturaeartepop.blogspot.pt/ na Segunda-feira

Não percam!


_____
Links do Guia:


Também podes gostar de:

0 comentários

Muito obrigada pelo comentário! Tentarei responder em breve se houver alguma questão premente. ^-^

Beijinhos,
Pirralha